14
agosto
2014

Tendência: vestido curto de manga

Postado por Ana em Moda

Quem acompanha o blog há algum tempo sabe que tem muita tendência que eu deixo passar! Mas tem uma que tá me deixando doidinha aqui!! :) Comecei a reparar que vestidos com manguinha e curtos estão super em alta. E acho que eles deixam todo mundo elegante! Eu vi que a febre começou com aquele vestido listrado da TopShop. Beyoncé apareceu com ele e depois um batalhão de celebridades. O vestido virou febre há algumas semanas!

beyon

Eu confesso: eu quase comprei online na TopShop! Ana-vai-com-as-outras! Só que ele custa 70 libras (uns 280 reais), o que é um valor alto pra comprar sem experimentar – e depois acabei achando um outro listradinho (mas sem mangas) na H&M e deixei pra lá. Mas continuei sem ter um vestido curto com manga.

Eu gosto tanto dos de manga longa, 3/4, quanto de manga curta. Acho legal este contraste de mostrar pouco em cima e um pouco mais embaixo! Daí estou vendo este tipo de vestido pipocando nas redes sociais, inclusive os modelos mais retos, e a cada nova foto que vejo se atiçam mais os meus instintos consumistas mais profundos! :O

dress

ress2

Até os vestidos de festa com este corte estão super na moda, vi uma madrinha de casamento esses dias usando um da Animale, todo bordado, coisa linda e rica!!! A Patrícia Bonaldi tem vestido muitas celebs assim também! Você, leitora rica, se jogue por mim!

patbo

E, gente, eu tô ficando maluca ou esses vestidos, principalmente os mais retos, super combinam com ombrão?! Tô pensando em ombreira mesmo, anos 80 voltando, Sgt Peppers!! Pois estou sonhando com um de manga, curto, reto e de ombreirão! kkkk

Eu só não sei se vou ficar bem em um, mas pra saber tenho que experimentar, né? Imagino que a Zara deva ter algo assim na faixa de preço mais razoável.

E vocês, gostam?

Beijos!

12
agosto
2014

Base no pescoço – usar ou não?

Postado por Ana em Maquiagem

Muito antes de eu usar um pingo sequer de maquiagem, lembro de ouvir maquiadores falando base a gente tem que passar no pescoço também, senão fica artificial“. Até que um tempo atrás escutei de um bom maquiador (esqueci quem) que, muito pelo contrário, a gente não deve passar base no pescoço porque ele tem sim a cor diferente do rosto. E escutei isso várias vezes depois. Vamos se decidir, galera? ;)

Mas fato é – várias vezes que me maquiei no salão ficava chateada com as fotos depois, achando que meu rosto estava mais escuro e era barbeiragem do maquiador. Mas reparando bem, percebi o óbvio: o meu rosto é muito mais escuro que meu pescoço (apesar de eu usar mais protetor solar). Geralmente é assim, pois a cabeça meio que faz uma sombra protegendo o pescoço do sol. Se eu passar uma base bronzeadora só no rosto, fico igual ao gêmeo Léo de “O Clone”. Portanto, no meu caso, prefiro bases realmente da cor do meu rosto, ou até um pouco mais claras.

creuzaEu tenho vergonha dessa foto, por isso borrei o rosto. O maquiador usou uma base mais escura que meu rosto e só no rosto, e ficou até mais gritante a diferente do que dá pra ver aí.

E, ainda, pra piorar, o meu colo é muito mais claro que meu pescoço, e olha que não tenho hábito de usar gola rolê! ;) Comecei a perceber que a tal homogeneidade que eu esperava só seria possível se eu passasse base no pescoço inteiro e no colo inteiro – inviável na maioria das vezes, principalmente se estou usando tomara-que-caia, daí é melhor eu mergulhar numa poça de lama de uma vez. Já vi muita gente falando pra passar base até nas orelhas, mas gente, sinto muito, kkkkkk. Atualmente, o que tenho feito é tomado cuidado para espalhar bem a base no ângulo da mandíbula e nos contornos do rosto, pois fica feio quando dá pra ver a linha de transição. Mas meu pescoço fica sempre mais claro mesmo, porque ele é assim, fazer o quê? Se estiver muito empolgada, uso um pincel airbrush pra passar no colo, mas não sou muito fã não.

Dica para quem quer passar base no pescoço

techn

Os maquiadores ensinam um truque para descobrir a melhor cor de base que serve tanto para seu rosto quanto para seu pescoço, mas eu não acho tão simples assim de escolher. Você testa a base assim: passando três tons seguidos (mais claro, do meio e mais escuro) em uma linha que vai desde logo acima da mandíbula até o pescoço. A cor que meio que “some na pele” do rosto e que mais combina com o pescoço é a que você deve usar. Eles também falam para evitar as bases rosadas, que ficam mais artificiais no pescoço.

Já outros, falam que o melhor lugar para testar a cor da base não é no pescoço nem no rosto, mas sim no colo, por ele ter um meio de termo de bronzeamento entre rosto e pescoço (em quem usa roupa normal). Para mim, não faz sentido nenhum pois o colo é disparado o mais branco, mas se fizer sentido para você, é uma dica a seguir.

Outras pessoas, geralmente quando estão bronzeadas, têm o problema oposto – ao passarem a base no rosto, ele fica mais claro que o pescoço.
Diz aí, Emily Blunt:

blunt
Mas eu já acho que pra aparecer no tapete vermelho até compensa gastar um tubo inteiro de base! :)

Resumindo: acho que neste quesito não há “certo ou errado” e você acha profissionais com opiniões diferentes e deve decidir então o que acha melhor para você. Se decidir passar no pescoço, gaste algum tempo para descobrir a cor que deixa o aspecto mais natural.

Como vocês lidam com essa questão quase filosófica #sqn de beleza?

Como você usa a base?
Eu passo só no rosto
Eu passo no rosto e pescoço
Eu passo no rosto, pescoço e colo


Beijos

11
agosto
2014

Meu casamento em BH (detalhes e fornecedores)

Postado por Ana em Coisas da Ana

Finalmente, aí está o segundo e último post sobre meu casamento (em BH) e agora com mais detalhes, como profissionais contratados, como foi, onde foi, etc! :) Acho que só as noivas de BH vão ter paciência pra ler! Obs: aproveitem porque quando o “noivo” vir, vai pedir pra eu borrar a cara dele nas fotos. :P

1

Lugar e tipo de casamento

Fiz um casamento pequeno, pra 150 pessoas, à noite. Escolhi a Casa Bernardi, que é um lugar ótimo para casamentos do tamanho do meu. Para mim, era super importante que fosse em um bairro mais central de BH e que fosse perto da maioria dos meus convidados, inclusive dos alemães que estavam hospedados próximos ao lugar. Foi o primeiro e único lugar que visitei, e dei uma sorte danada que reformaram um mês antes do meu casamento e ficou melhor ainda. Além disso, queria ter cerimônia e festa no mesmo local, e a casa é perfeita para isso.

A cerimônia

Por sermos ambos pessoas não-religiosas, eu e meu marido queríamos que o casamento civil fosse dentro da festa, tal como minha irmã havia feito 8 anos antes. Não me agradava sequer a idéia de pagar alguém para dizer palavras bonitas. O meu cartório-porcaria de BH (em Lourdes) me disse desde o início que era possível. Como a burocracia para casar com gringo é absurda e até o último segundo eu não sabia se ia dar certo, fui pedir a data para o civil após entrar com a papelada, como me orientaram. Daí um mês antes do casamento me falam que não fazem isso mais. Você liga no telefone e falam que fazem sim. Você pergunta para os atendentes e eles falam que fazem sim. Mas você pergunta para o Oficial e ele diz que não fazem não. Ana-Feita-De-Palhaça. Resultado: até casar eu fui TREZE vezes neste cartório. E a cada visita era um inferno, um chá de cadeira. Sério, abaixo ao monopólio dos cartórios, falta de livre concorrência dá nisso mesmo! No último mês, deixei a cerimonialista doida atrás de alguma solução. Eu queria entrar, eu queria as músicas da cerimônia, e agora? Contratamos então um pastor que faz todo tipo de cerimônia on demand, para falar algumas coisas bonitas. Gostamos bastante dele, apesar de ter falado um pouco mais do que eu gostaria.

2

Maquiagem, Cabelo e acessórios

making

Fiz meu dia da noiva no D&P Araújo aqui em BH. Minha maquiagem quem fez foi o Daniel Araújo e eu escolhi um olho iluminado de cores mais claras, e usei cílios MAC 36. O cabelo quem fez foi a Márcia; sei que ela é muito competente, além de atenciosa. No meu caso, contudo, não deu muito certo, mas coloco a culpa 100% no meu cabelo mesmo, que é muito complicado. Acho que é coisa que pode acontecer com qualquer um. Quem acompanhou a parte 1 lembra que o penteado foi uma coisa que eu faria diferente, com certeza. Me relutei em casar com meio preso ou solto , sendo que nunca me senti bonita de coque, só porque tinha medo do cabelo desmanchar no verão brazuca. Mas ironicamente o meu coque já começou a desmanchar no salão, um troféu joinha aliás para minhas madrinhas que não perceberam! :) O cabelo ficou horrível atrás, in no time. :( O acessório era uma faixa levinha como eu queria, com um laço do lado, da Andrezza Medina.

headband

Como tenho pé muito largo/gordo, fiz o sapato sob medida com a Ana Miranda. Eu queria muito alto, com meia-pata e peep toe!

sapato

Foi realmente muito confortável, mas como pulei igual a um gorila, bem no fim da festa coloquei havaianas para dançar mais confortavelmente (primeira vez na vida hahaha).

Vestido

Eu não tinha um vestido dos sonhos, porque eu nunca fui obcecada com festa de casamento e nem sabia se queria uma. Mas eu queria um com saia de tule e marcado na cintura. Acabei optando pelo caminho mais simples: fui e comprei pronto na segunda loja que visitei. Que eu me lembre, experimentei 4 vestidos no total. O preço de não ter paciência é que o vestido não era, obviamente, 100% como eu gostaria que ele fosse. Eu mesma mudaria algumas coisas nele!

vest4

vest2

A marca é Cymbeline, modelo Guster, e encomendei uma faixa de pedrinhas porque minha irmã falou que estava muito simples e porque eu achava que a transição corpete/saia não estava onde eu gostaria idealmente :)
vest1

A faixa custou cerca de 30% do valor vestido, e a primeira faixa que me ofereceram (na semana antes do casamento) não foi nada como eu pensei. Fiquei meio em estado de choque e não consegui falar nada na hora, mas cheguei em casa e liguei para reclamar. O pessoal da loja foi muito atencioso, ficaram preocupados e produziram rapidamente uma faixinha linda, caprichada e do jeito que eu queria.

O buquê

buque1

Quem teve a incubência de escolher meu buquê foi minha irmã, que sempre teve um gosto mais “alternativo” e ousado que o meu. Se eu escolhesse o bouquet ele ia acabar parecendo que foi retirado da decoração, pois rosas são minhas flores favoritas, principalmente em tom pastel. Daí ela escolheu: buquê de rosas pink , bem simples. Os cabos eram unidos por um tecido, sem grandes detalhes.

A decoração

Eu simplesmente adoro rosas, então foram as flores mais presentes. Queria algo bem clássico, mas com móveis mais modernos, mas também relativamente simples. A empresa que escolhi (i9 decoração) conseguiu fazer algo bem como imaginava.

deco2

deco1

Papelaria

menus

Fiz um menu bilíngue para deixar nas mesas e nas bandejas dos garçons tinha uma plaquinha com o nome em alemão das coisas (esta parte foi feita a partir de contatos do meu cerimonial). Meu convite foi bem clássico, da Hilton Convites, e também optei pela tradução no próprio convite mesmo!

Cerimonial

cerimonial

Este é um serviço de muita importância e que me poupou um tempão. Fechei com o Cerimonial Acontece, após vê-las trabalhando super bem no casamento de um amigo. A equipe é muito solícita e simpática. Acima da ajuda durante o processo de organização, fiquei muito impressionada com a organização durante a cerimônia e festa. Pro dia da festa, escalaram uma cerimonialista que falava um inglês muito bom e cuidou bem da gringolândia. :) Eram muito profissionais e em momento algum jogaram pepinos para eu resolver, e isso foi crucial para que eu aproveitasse a festa o tanto que aproveitei.

Música

As músicas da cerimônias foram só instrumentos (violino, piano, flauta), da Regina Meyer. Eu entrei com a introdução da Marcha Nupcial mesclada com Something dos Beatles, claaaro! ;) O DJ foi o que eu escolhi mais às cegas, fiquei meio apreensiva. Como eu ia estar feliz de qualquer jeito, falei para ele tocar o que animasse o pessoal. Eu adorei demais, ele se chama DJ Daniel da CF Produções (quem fez meu som).

3

Além disso contratei um trio de samba chamado “Nós Três“, que conheci no casamento de uma amiga. Meu marido foi ao casamento e os adorou e já comentou “quando a gente casar ia ser tão legal se tivesse samba!”. Dito e feito, eles são demais e era adequado pro tamanho da boate.

hearts

As daminhas

daminhas1

Eu não tinha a menor idéia se uma das minhas sobrinhas ia entrar de boa. Ela estava naquela idade meio “Alice no País das Maravilhas“, sabe? Eu tentava conversar com ela sobre a festa e ela respondia “O Barney, isso, a Peppa Pig aquilo”. Coloquei minha irmã e cunhado no último casal de padrinhos, para ficarem perto delas até o último segundo. A sorte é que ela faz tudo o que a irmã mais velha faz, então entrou bonitinha. Ela ia levar um bouquet, mas saiu de casa segurando um ursinho e não largou mais, e ninguém teve coragem de tirar logo antes da entrada. Resultado: saiu melhor do que a encomenda, pois o TeddyBär foi o primeiro presente que ganhei do meu marido e tem um significado grande para nós! :) Fora que ele é fotogênico pra caramba, não?
bear

Comes e bebes

Contratei o próprio buffet da Casa Bernardi (é obrigatório fechar com eles), que se chama “Meu Buffet by Tia Clara“. Acho um absurdo venda casada, mas amei o serviço deles antes e durante a festa. Não contratei docinhos à parte, ainda bem, pois sobraram muitos doces do Buffet. Os drinks foram da Bombar, também não era permitido escolher outra empresa. A drinkgustação foi perfeita e o serviço no dia também, eles têm muitas opções de drinks além das caipis.

bolo

Eu nunca comi bolo em casamento nenhum, e no meu não foi diferente. Quem fez foi a Dilene! O topo do bolo era da Luna Arte em Biscuit . Topos de Biscuit estão fora de moda, mas os topinhos dela são meio tradição aqui em casa, e eu sonhava em ter o meu decorando minha casa um dia, o levei na minha bolsa de mão pra Alemanha e ele já está com seu lugar sagrado na estante. Os bem-casados foram da Lenir Maia.

bemcasados

Foto e Vídeo

4

Eu arriscaria dizer que, de todos os profissionais que contratei, nenhum me deixou mais satisfeita que a Agência Uai para fotos. Eu estava com dúvida entre dois mas fechei com eles depois de uma amiga falar que eles eram gente finíssimas e ficavam até o último bêbado! haha E realmente, muito educados, muito profissionais e eficientes. Eu acalmei durante a maquiagem acho que foi graças à energia boa do fotógrafo que estava lá comigo, sério. As fotos ficam lindas!

Vídeo: Contratei para o vídeo do meu casamento o Oscar Augusto filmes em BH. Até queria compartilhar o trailer com vocês, mas até esta última atualização (12/10/14) não recebi nem o trailer nem o vídeo. Então voltarei para editar este espaço depois, espero que com boas notícias.

div

Ufa, acho que é isso! Foi um dia muito feliz, pela qual sou muito grata e que vou guardar para sempre no coração! E, continuo a bater nesta tecla, MUITO mais importante do que a festa de casamento é acordar todo dia sabendo que você se casou com a pessoa que mais te completa no mundo!

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 10 de 2176789101112131415