03
fevereiro
2015

Os lulus da Paris Hilton

Postado por Ana em Celebs, Fofo

Embora eu adore bichinhos (e super aprendi a controlar minha alergia), existem atualmente uns 5 motivos pelos quais não posso tê-los em casa. Mesmo assim, vivo sonhando acordada com um gatinho … cachorrinho eu amo também, mas é um sonho mais longínquo ainda, pois exigem presença humana, passear, espaço e, na Alemanha, um imposto extra, seguro contra danos, etc. :( Mas meu instinto mamãe-canina fica louco quando vejo algum cachorro novo da Paris Hilton. Ela é a Joselita-mor, às vezes parece que só tem cachorro pra tirar foto e tal, mas convenhamos – tem um time invejável de bichinhos- sendo oito cães – e os mesmos têm uma vida de sultão! Em 2009 a vi pela primeira vez com um fofíssimo Lulu da Pomerânia (ou Spitz Alemão Anão) aqui e ali, então já tinha me apaixonado antes. Só que os últimos dois que ela comprou recentemente são uma COISA! Eles têm uns nomes meio de filhos de Michael Jackson e possuem até os próprios Instagrams cheio de seguidores: tem o Prince Hilton – que já é adulto – e a mais nova filhote, a Princess Paris Jr (??)

princeprincessPrince e Princess.

A Paris compra seus lulus da Bettysyorkies, que tem o site Tea Cup Yorkies, especializado em “filhotes de luxo” (?). Já com a expectativa da facada, confirmei minha hipótese ao ver que um Lulu da Pomerânia anão dessa mulher não sai por menos de TRÊS MIL dólares. Se for cor branco neve igual ao da Paris, daí no mínimo dobra de preço. Mas ok, tem garantia de um ano contra “defeito de fabricação”, tipo computador da Apple. ahaha Como Paris só quer crème de la crème, os dela são mais caros ainda, treze mil dólares cada um!

pomsFotos do Instagram @parishilton

Se você quiser um, não se preocupe, eles enviam pro Brasil através do serviço de babá – tipo, imagine o preço desse frete kkkk! Eu já escolhi o meu, é esse aqui pela bagatela de 9500 doletas. Mas daí acordei e lembrei que não tenho dinheiro. xD

poms2Nhonnn

Pelo que vi, no Brasil custam a partir de 2500 reais (não tão puros) e na Alemanha também alguns milhares de euros (lá por acaso é o país origem do spitz alemão). Eu tive um cachorro e um gato na minha vida e os dois foram vira-latas e adotados – fico pensando se vou ter coragem de comprar o próximo amiguinho, mas de qualquer forma vai demorar um bocado. *___* E bem que poderia ter um Lulu desses abandonado na rua pra eu adotar né? hahaha

A pergunta que não quer calar – será que, nem que seja enquanto filhotes, esses bichinhos que ela leva na bolsa e no colo o tempo todo não fazem cocô nela não? haha

Beijos

03
fevereiro
2015

Resultado da pesquisa do blog

Postado por Ana em Coisas do blog

Gostaria de agradecer a todas que responderam à pesquisa. Deixei rolar só por uma semana para pegar mais leitoras mesmo, cuja opinião eu mais valorizo. E: vocês foram muito generosas comigo. ♥ Tanto por tirarem um tempo para marcar as respostas, como pelas várias sugestões, críticas construtivas colocadas de forma extremamente cuidadosa e recadinhos fofos que deixaram. Nem imaginava que ia receber algo além de sugestões, então no fim me senti igual quando passávamos uma folha de recadinhos na escola e voltava pra lermos, lembra? :)

grafico

Adorei saber que o blog está dentro da realidade de 95% de vocês e que vocês aproveitam muito as dicas. Fiquei muito feliz também de saber que as irmãs Rudge são leitoras do blog (BRINCADEIRA, tá? ♥). Gostei de ler “gente como a gente” nos comentários, porque como leitora de blogs tenho me sentido órfã de alguns antigos favoritos, justamente porque deixei de sentir essa conexão. Para as que acharam fora da realidade, tentarei dar mais dicas BBB (a minha preferência na verdade é sempre essa, porque gosto de economizar também).

Eu já imaginava e confirmei: vocês não gostam de assistir vídeo e têm verdadeira paúra que eu troque posts por vídeos. hahaha Tudo bem, até porque a idéia não é essa. Se meu plano de fazer um canal “de verdade” no YouTube se concretizar, ele vai ser linkado aqui, óbvio, mas só darei posts destaque a vídeos que tenham muito a ver ou forem especiais. :)

Em relação ao conteúdo, achei interessante o gosto por post estilo “diarinho” (volta dos anos 90?!) e por resenha de produtos. Eu achava que as resenhas eram mais importante pro pessoal que vinha do Google, porque a interação costuma ser baixa. Achava a mesma coisa dos posts de saúde. Viram por que é bom fazer esses questionários de vez em quando?

E…

temas

Como assim vocês não são muito fãs de post de fofoca? Sou só eu então! Poxa, era minha especialidade, eu me achava a Fabíola Reipert da blogosfera. kkk

Mini-FAQ

Essas duas perguntas apareceram um bocado, então vou responder aqui ! :)

- A frequência de posts é muito baixa. Por que você não posta mais?

Eu realmente adoraria postar mais e vou me esforçar ainda mais este ano. Não vejam como pessimismo, é porque eu prefiro ser honesta mesmo: a verdade é que postar gasta tempo. Vai ser muito difícil durante período de trabalho integral me equiparar às meninas que têm o blog como atividade principal (mesmo elas costumam ter equipe), fora que faz parte do meu trabalho estudar todo dia também. Mas nada me impede de tentar postar mais do que vinha postando. Preciso de mais sugestões também :), até porque não sou convidada para eventinhos nem recebo produtinhos, que são coisas que por si só geram muitos posts – então às vezes fico sem assunto mesmo haha

- Por que você não aparece mais?

Engraçado que do meu ponto-de-vista já apareci um bocado, viu? Até em vídeo, hihi! Mas pode ser porque sou realmente mais tímida que a média em relação a “aparecer”, além do que não tenho muita ajuda para “aparecer”. Minha família (inclui marido) e amigos têm zero paciência para parar o que estão/estamos fazendo pra tirar uma foto minha, por exemplo. Resolução para 2015 – tentar cultivar uma cara-de-pau maior para sair com meu tripé tirando auto-retratos por aí. Pau de selfie eu acho que não consigo, rs!

Muito obrigada novamente pela participação – só lembrando que vocês podem dar sugestões sempre.

Beijos!

02
fevereiro
2015

Usar curvex todo dia faz mal?

Postado por Ana em Olhos

“Uso todo dia e não tive nada, pode usar tranquila”Isso não é resposta. Essa é uma pergunta cientificamente muito difícil de ser respondida. Um estudo científico com VALOR exigiria um dos formatos mais caros existentes: uma coorte, estudo prospectivo em que você segue uma população submetida a um certo fator de risco (no caso: “usar curvex”) e, claro, compara com um outro grupo que você seguiu e e que não se submeteu ao fator de risco (usar curvex). Imagina o quão dispendioso não seria um estudo desse, que deveria ser conduzido por décadas, a quantidade de perdas no grupo de risco (afinal, quem vai ficar décadas garantindo usar curvex todo dia?) e no controle, o tamanho de um estudo desse porte!

curvextododia

Enquanto a Allergan não me financia :) , podemos extrapolar a resposta com base na anatomia e fisiologia do local. A margem palpebral é uma região sensível, pois lá estão várias glândulas fundamentais para o bom funcionamento do filme lacrimal, crescimento de cílios, etc. É ainda uma dessas partes “especiais” do corpo, onde observamos uma transição abrupta de dois tecidos diferentes: de um lado um tecido epitelial (a parte “seca”, pele), do outro um tecido mucoso (parte molhadinha). Há vários exemplos no corpo humano em que um trauma contínuo (físico ou químico) provoca mudança de características no local, principalmente em locais envolvendo mucosa. A margem da pálpebra é tão sensível que mesmo um excesso de oleosidade (acompanhado de blefarite) não tratado vai cobrar seu preço quando a idade se avançar um pouco, mudando inclusive a anatomia do local. Consequências possíveis desse último caso: olho seco, perda de cílios, cílios que crescem para dentro do olho, etc.

MARGEM

Eu sou COMPLETAMENTE viciada em curvex e uso todos os dias. Tendo em visto o que falei acima, qual minha opinião sobre o assunto?

Depende de como você usa. Eu tomo cuidado para aplicar curvex somente sobre os cílios e só faço daquela forma indicada pelos fabricantes (puxando para baixo e pra cima) em ocasiões especiais pois assim, mesmo só apertando os cílios, há uma transmissão de forças para a margem, com potencial de trauma indireto. Usar aquele truque mara de aquecer com secador, infelizmente é pra ser uma vez na vida, outra na morte. Se mesmo assim me causará algum prejuízo só posso falar a minha experiência pessoal daqui a algumas décadas. Agora, da forma que a maioria dos maquiadores aplicam, apertando rente às margens (porque realmente o efeito fica mais POWER), e/ou beliscando de leve as margens – fazendo isso com frequência grande, pode ter certeza que a pálpebra vai cobrar o seu preço, com sorte daqui a uns vinte anos. Com azar, bem antes.

Por isso, é bom ser razoável: se você for dependente de curvex como eu, preste bem atenção na hora de aplicar, não deixe que ele aperte a margem das pálpebras, mas somente os cílios mesmo, de preferência sem puxá-los para evitar o trauma indireto também.

Bora aproveitar a segundona para seguir o blog em algum lugar? :)

Minha fanpage no facebook!
Meu instagram novo ♥
Junto com seus blogs favoritos no Blogloving
Meu twitter onde solto meu mau humor. :)
Receber aviso de post novo por e-mail ali no cantinho inferior direito! :P
Não esqueça de responder a pesquisa, vou fechá-la para respostas amanhã! Merci!

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 10 de 2336789101112131415