31
julho
2016

Como emagreci rápido

Postado por Ana em Fitness

Parece título de propaganda enganosa pra vender produtos mirabolantes, né? Mas calma, eu sou a Ana from the block e, como sempre, não quero vender nadinha pra vocês. Mas é verdade, emagreci aproximadamente 5kg em pouco mais de um mês fazendo a coisa mais simples do mundo: exercício aeróbico. Sim, segurei bem a alimentação nas primeiras semanas também. Mas lembro que há alguns anos eu era totalmente descrente em exercícios, falava que SÓ dieta fazia perder peso. Que, a não ser que você fosse atleta de primeiro nível, não ia emagrecer com exercícios! Realmente, não se entupir de porcarias é parte importante do processo. Mas é uma questão de matemática também. Atualmente perco cerca de 500 kcal em cada “estadia” na academia. Poxa, isso é mais que um jantarzinho meu com pãozinho, franguinho e queijo. Isso é como se eu ficasse sem jantar 3x por semana – claro que ajuda MUITO também! Lembro que em 2012 percebi que até mesmo a musculação me ajudava a emagrecer por manter o metabolismo basal alto. Como comentei aqui, logo no início de janeiro voltei à academia. Na época, me passaram lá um circuito que misturava musculação + aeróbico, que eu deveria fazer 2 vezes seguidas. Até o último momento achei esse circuito mega cansativo, saía morta e, claro, com uma fome de leão. Emagreci um pouco no início (afinal, de novembro a janeiro comi igual porco pro abate), mas depois estagnei. E, pior, como não estava comendo muito bem, comecei até a engordar de novo. Poxa, indo pra academia de 3-4x por semana e engordando?!?!?! Fiquei chateada, daí meu marido (atualmente meu COACH hahahahhaha) me propôs outra tática. Em casa de ferreiro, o espeto é de pau, né? Ele sempre jogava no ar e eu meio que inconscientemente ignorava suas dicas. O problema? A fórmula não foi nada milagrosa: tinha realmente que suar a camisa. De início, ele me disse: faça elíptico 1h30 3x por semana na academia mantendo a frequência cardíaca baixa (65%). O QUÊ????? Isso tudo?

blusas1

Como estava realmente determinada, na primeira semana fiquei realmente 1:30 no elíptico. Mas, olha, é muito tempo isso. Pessoal do meu lado vinha e ia, gerações inteiras de pessoas passavam no elíptico e eu ainda estava lá. Isso me deixava bem desmotivada. Ele disse: ok, então, 1 hora. E ainda radicalizou “mas se for pra ficar menos de 40 minutos, melhor nem ir, pois você está gastando pela exposição mesmo“. Achei interessante então, porque com a frequência baixa eu realmente conseguia fazer o exercício sem morrer de cansaço e após ele não me dava aquela fome de leão que dá quando trabalhamos em frequências altas. E, com o tempo, atingir a frequência cardíaca X vai ficando mais difícil, de forma que tenho que ir aumentando o nível/carga, o que acaba torneando os músculos também. O preparo físico melhora como um todo – quando quero dar uma corridinha no final de semana (pra aproveitar o verão né), fica tudo bem mais fácil. Me surpreendi bastante como melhorei.


Faço 1h de elíptico 3x por semana, a uma frequência cardíaca de 65%

Para saber a frequência toda hora, uso o medidor do elíptico mesmo, já que seguro na barra que mede – travo o display na frequência. Para saber o número de batidas que corresponde a 65% , a fórmula é


Frequência cardíaca do treino = (Frequência cardíaca máxima− Pulso em descanso) x Fator + Pulso em descanso

A frequência cardíaca máxima pode ser APROXIMADA pela fórmula [208 - (sua idade x 0,7)] e, para esse tipo de treino o fator é ~ 0,65. O pulso em descanso é o que você medir em um minuto descansada. A título de exemplo, a minha frequência-alvo é cerca de 145 bpm. Não esquecer que a OMS recomenda para os adultos 150 minutos de aeróbico por semana! Ou seja, meus 180 minutos nem são um exagero, viu? Essa recomendação é baseada nos melhores estudos científicos existentes.

Acho o elíptico um exercício bem completinho, até porque faço normal usando os braços. Meus braços melhoraram super. E eles são bem generosos com os meus joelhos, meio bichados de fábrica. Mas eu sei que não posso ficar só no elíptico pra sempre – eu já atingi meu objetivo final de peso, agora estou planejando incluir musculação uma vez por semana pra melhorar a forma. Se eu realmente segurei a alimentação nas primeiras semanas e isso ajudou a emagrecer mais rápido, agora confesso que não estou comendo bem, nem segurando meus desejos, mas de forma que o peso se mantém com o esporte. Isso seria impensável há uns meses, devorar pacotes de biscoitos e de pizza e não engordar. Mas sei que tenho que dar uma seguradinha a mais, pela saúde mesmo. Mas festas e final de semana? Nem a pau, eu mereço ser feliz com comida tambéeem! :)

Sabe, a vida é feita de escolhas. Já vi que não tem como eu querer ter gominhos na barriga trabalhando 40 horas por semana, arrumando a casa, lavando roupas, sendo esposa, falando com a família no skype, estudando línguas e estudando quase diariamente pro trabalho (medicina, baby). AH é, e postando aqui às vezes, respondendo e-mails etc! E está bem assim, não quero/posso abrir mão das últimas coisas – quero manter meu coração saudável e me sentir bem nas minhas roupas! Se um dia eu achar que os gominhos são mais importantes, ok, vai ser praticamente tudo o que faço da vida além de trabalhar. Mas por enquanto não é, e tinha muito tempo que não me sentia tão bem com o meu corpo!

O pulo do gato: como não morrer de tédio

Bom, mas ainda não falei como é que eu tenho conseguido passar 3 friggin’ hours por semana no elíptico!? EU, a pessoa mais entediável ever, que sofre quando faz drenagem linfática por algum motivo, que quer MORRER de tédio quando fica uma hora deitada pra massagem? Que mal conseguia ficar QUINZE minutos fazendo aeróbico antes? Eu amo música, mas haja música né? Simples - audiolivros!

celular

No Brasil, sei que os audiolivros não são muito amados como aqui. Tentei ouvir audiolivros antes, mas sempre acabava dormindo 3 minutos depois. :) Eu sou tradicional e acho que audiolivros não são livros, assim como água com gás não é água! kkk Jamais ouviria um livro em casa, sabe? Mas no elíptico são minha salvação. Eu baixei o app do Scribd, que te deixa baixar 4 livros por mês (estes ignoro, porque gosto de livro papel) e um audiolivro. Coloco o iphone na braçadeira e assim passo meu tempo. Às vezes distraio e 20 minutos se passaram sem que eu me desse conta! Impagável! Tenho escolhido audiolivros maiores, pra eu não ter que comprar um avulso se o outro acaba antes de um mês. O que estou ouvindo atualmente tem 16 horas. Não parei para olhar, mas acho que no Scribd a maioria, se não todos, são inglês. Acho ótimo, mais um coelho nessa cajadada. Realmente escolho coisas menos complicadas, tipo chick lits mil – daí, caso eu me distraia, não perco o fio da meada. Continuo procurando alternativas ao Scribd, se alguém souber me fala?! Porque a assinatura custa 8 dólares ao mês e pra um audiolivro só acho muito! O grande desafio é realmente sair esgotada do trabalho, até mesmo passar na porta de casa, mas ignorá-la e seguir pra academia. Mas cria-se o hábito após cerca de um mês, até lá é trabalho mental puro. Já planejo no final de semana os 3 dias em que irei, adaptando a eventuais empecilhos à noite. De forma alguma “ah, amanhã eu vou”. É tipo um combinado comigo mesma. E no verão, então?! Acreditam que aquela joça não tem ar condicionado?! Já reparei que alemães têm uma certa sofrência com ar condicionado. Eles preferem deixar uma frestinha de janela aberta pra deixar o frische Luft (ar fresco) entrar, enquanto se malha em um ambiente com sensação térmica de 40 graus. E ninguém reclama! Uma estufa, imagina isso no Brasil?? Sério, isso é dose! Tenho suado muito em julho, mais pelo calor do que pelo exercício. Mas, enfim, criei a rotina e sei que (in)felizmente já já o calorão passa. Como sempre, deixo minha bolsa de academia pronta no carro, daí compro UMA banana orgânica no supermercado que tem lá no prédio da academia (a mulher do caixa já deve me conhecer como a moça da banana) e vou direto pro elíptico. Tento não pensar muito, apenas no livro que estou lendo mesmo! Tem funcionado.

Emagreci, estou cardiovascularmente saudável e tenho adicionado livros literários à minha conta. Win-win-win!

Depois que acumularem mais, faço um post só sobre os audiolivros que “li”, com resenha e nota! Mas pra quem quer começar já, vai de Marian Keyes! Não custa lembrar, antes de começar qualquer exercício físico, sempre consultar um profissional da área! :)

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. Leticia 31/07/2016 às 20:10

    Adorei o post Ana, pra variar… Vc é minha blogueira preferida, e super me identifico com a sua vida, o que me torna ainda mais fã do seu blog. Bjss!!!( e nunca abandone o snap, por favor, haha)

    • Ana 02/08/2016 às 01:29

      Leticia , obrigada! :))) Bjo

  2. Isabela Gomide 01/08/2016 às 08:26

    Sensacional a ideia do audiolivro. Será essa a minha solução?

    • Ana 02/08/2016 às 01:29

      sim, irmã!!
      depois me conta! :) bj

  3. Karol 01/08/2016 às 10:10

    Ana, também penso da msm forma que vc pensava. Todo mundo fala que alimentação é 70% do caminho e os outros 30% correspondem a atividade física. Eu sobrecarreguei minha coluna fazendo crossfit, infelizmente. Foi maravilhoso no início, mas também estagnei. Acho que isso sempre vai acontecer quando a execução é igual e a alimentação não muda.
    Uma pergunta: vc sabe se esse treino que seu marido montou para vc serve para esteira tbem? ou teria que ser mais intenso??
    beijos

    • Ana 02/08/2016 às 01:32

      ele me disse aeróbico, podia ser esteira tb, jogging, qq coisa… eu prefiro eliptico pra nao gastar mt meu joelho , e de quebra mexo os braços tb! :))
      e sim, isso da dieta é verdade! mas é mto individual e depende do metabolismo de cada um ! Quem come 2 pizzas por noite, só de parar de comer as duas pizzas ja vai emagrecer. No meu caso, tenho que cuidar pra nao comer uma montanha todos os dias – mas comendo meu lanchinho normal, o exercicio me ajuda a emagrecer.. pra dar um gás, dieta! Nas primeiras 2 semanas segurei os desejos à noite! Bjo

  4. Hildeanne 01/08/2016 às 13:53

    Oi Ana, vc falou ‘santo de casa’ qual a profissão do seu marido? Bj

    • Ana 02/08/2016 às 01:32

      médico, mas toda a sua linha de pesquisa é em medicina do esporte! bjos

  5. Ana Luiza 01/08/2016 às 21:20

    Oi Ana! Parabéns por ter atingido deus resultados!
    Eu sempre fui o contrário de vc, adoro esportes e atividade física, e adoro comer! Kkkk
    Quando era adolescente, eu passava o dia inteiro na academia (não tinha quase nada pra fazer da vida, só colégio e aula de inglês!), saia da academia 19h e ia na Pizza Hut antes de voltar pra casa! Kkkk
    Há um pouco mais de um ano que comecei a cuidar da alimentação, pq vi que só a atividade física não daria conta. Mas continuo adorando fazer exercício. Hj em dia faço crossfit 4-5x por semana (de manhã cedo antes de ir pro trabalho), corrida 3x por semana à noite, e agora me inscrevi na musculação pq preciso dar uma fortalecida, aí estou fazendo nas noites que não faço corrida/ às vezes sábados / domingos. Pra ser bem sincera, escrever isso me fez me sentir meio louca. Mas eu gosto. Já me falaram pra cuidar com overtraining/ lesão, mas sei escutar meu corpo e nunca tive problemas, acho que por ter me condicionado a isso boa parte da minha vida, hj não consigo ficar 2 dias sem atividade física.
    Adorei a ideia dos áudio books, até já tinha pensado nisso pra deixar as corridas mais produtivas!!
    Bjs

    • Ana 02/08/2016 às 01:36

      Que sonho, Ana. Meu problema foi ter sido uma criança que nao fazia esportes. Ficava das 8 as 12 vendo babá eletrônica do Multishow com minha irma, ia pra escola, fazia dever e depois via 3 novelas. Juro, nao sei como nós duas nao ficamos bocós, hhahaahha
      Eu por enqto só gosto da sensação de dever cumprido que o esporte me dá.. durante, quase nada. Talvez jogar peteca hahaha
      bjos

  6. Elisa 02/08/2016 às 16:31

    Ana, elíptico é seguro para o joelho??
    Fui corredora durante dez anos, e depois de receber diagnóstico de condropatia nos dois joelhos, voltei a nadar. Salvo raras exceções, nado de domingo a domingo. Não é bom como correr (nem de longe…), mas enquanto a indústria farmacêutica não inventa uma solução para meu problema, é o que me resta… natação e esteira.
    Como o movimento de descer no elíptico é como descer escadas – pressão de todo o peso do corpo sobre os joelhos -, sempre fiquei com medo de usar esse aparelho.
    Bjos

    • Ana 03/08/2016 às 01:21

      Oi Elisa! Desses aí a natação realmente é imbatível. O elíptico impacta menos os joelhos se comparado com a esteira, mas é preciso ter alguns cuidados, tipo não tirar os pés do apoio, alinhar joelhos com quadril, etc. Tem que ver o que seu ortopedista fala mesmo, se é ideal pra vc ou nao, porque algum gasto sempre vai ter. Bjos!

  7. Isabela Gomide 05/08/2016 às 22:37

    Ana, passei aqui para te dizer que, pela primeira vez, fiz uma hora de elíptico!! Ouvindo Brooklyn! Deus conserve! Muito obrigada pela dica! Beijos querida!

    • Ana 10/08/2016 às 01:14

      que ótimo!! :))) Com a correria da nossa rotina é uma mao na roda , ne? Incluir uma literatura extra no nosso dia-a-dia! :))

  8. Stephanie 07/08/2016 às 10:52

    Oi Ana! Amo seu blog, seu snap, tudo! :)
    Me inspirei agora pra voltar pra academia também, mesmo gostando mais de aulas como ballet fitness que era o que eu fazia mas ter horários fixos para outras atividades é uma complicação quando se faz medicina, infelizmente haha
    Procurei alguns app de audiobooks e encontrei um que parece bom, chama Ubook, tem audiobooks em português, tudo gratuito e ilimitado (veremos!)
    Beijos, sou sua fã! ❤️

    • Ana 10/08/2016 às 01:13

      oi stephanie, fico mt feliz q gosta! Baixei alguns apps pra testar tb, infelizmente eles n tem os livros q quero “ler” a seguir, mas daquuiu a dois livros vou testar esse Ubook sim! Dps tb conto aqui ! Bjs

  9. Fernanda 07/08/2016 às 14:16

    Oi Ana! Que post legal, adorei! Faço musculação e cardio (45 min) 3X por semana! Já tentei elíptico mas não gostei de fazê-lo com os braços em movimento rsrsrsr. Só faço bicicleta e com frequência alta. Sou magra mas com colesterol ruim no limite (familiar), então tento me cuidar fazendo exercício e na alimentação. Vou tentar este áudio book, já não sei mais quais musicas baixar para espantar o tédio. Também MORRO de calor na academia aqui na Suíça, sem ar e as janelas fechadas. Não entendo essa obsessão por lugar quente e confinado. Beijos e parabéns pela conquista!

    • Ana 10/08/2016 às 01:12

      eu fazia eliptico ha uns anos ( 20 minutos heheh) só com as pernas, pode tb. Atualmente vejo q se uso só as pernas (tipo enqto bebo agua) a frequencia sobe na hora. Eu uso os braços mais pra mandar a frequencia mesmo, apesar q vi melhora nos braços sim, pequena mas vi. Agora planejo incluir 10 min de remada após o elíptico 2 x por semana. Estranho isso q eles tem com temperatura ne? Vou morrer sem entender!

  10. Luciana 08/08/2016 às 18:10

    Baixei o audiobook.com.É grátis na Apple Store. Minha conta tá dando zebra aqui… Vou tentar novamente

    • Ana 10/08/2016 às 01:09

      achei alguns apps gratis depois que fiz o post… claroq ue a selecao de livros nao eh a mesma, mas vou testar depois e conto aqui! bjos

  11. Luciana 08/08/2016 às 18:11

    Conta da frequência cardíaca de treino

  12. Fernanda P 09/08/2016 às 11:58

    Ana , vc sempre tem sacadas ótimas! Audiolivro ! :)

    • Ana 10/08/2016 às 01:08

      :) te falar que há anos eu nào “lia” tanto hehehe

  13. Natália 21/08/2016 às 22:19

    Oi Ana!
    Acabei de cair de pára-quedas no seu blog (aposto que seu post de Roacutan traz um tanto de gente aqui :-p) e, fuçando aqui e acolá, já fiquei com vontade de ler tooodos os posts (deixa passar minhas provas hahaha)

    Mas vim te dar a dica dos audiobooks. Minha mãe recententemente virou uma rainha desbravadora da internet (aos 45 anos), descobriu o mundo dos audiobooks em inglês, ficou totalmente viciada e me apresentou – e eu achei a coisa mais genial do universo. Apesar de amar de paixão, não tenho muito tempo pra ler, por causa da faculdade, e os audiobooks surgiram como uma alternativa excelente pra “ler” nos momentos em que preciso fazer outra coisa que não estudar (tipo cozinhar, ou mesmo comer hehe). Recomendo três aplicativos:
    - Audible (da Amazon)
    - Audiobooks.com
    - Audiobooks Now

    No da Audible, sei que existem alguns títulos em português, mas nos outros dois acho que não. Mas não me parece que você teria problemas com isso, de qualquer modo :-)
    Só não sei te falar honestamente em relação a preço. Mas se você se interessar, a Audible está com um esquema que eu posso “doar” um audiobook que eu tenha comprado para alguém que acabou de entrar no app, e não conheço ninguém mais que goste de audiobooks, então posso te passar um :-)

    Enfim, espero que a dica seja útil!
    Um grande abraço!

    • Ana 23/08/2016 às 15:15

      adorei as dicas!
      como to pagando scribd, acabo baixando la mesmo.. qdo eu esgotar minha franquia quero testar algum gratuito… acho que vou sair testando todos e depois faço um post só disso! bjao

Comente você também