31
janeiro
2017

Usar o celular sem tirar as luvas – finalmente!

Postado por Ana em Moda, Tech

Eu nunca gostei de usar luvas. Prefiro manter as mãos no bolso do casaco quando necessário. Mas a ironia da coisa é que as situações nas quais eu realmente precisava das luvas era quando eu também precisava do celular. Turistando, por exemplo. Preciso olhar mapas, informações, apps de metrô e, claro, tirar fotos. Daí a cena era a mesma: eu acabava sempre igual ao Michael Jackson, com luva só em uma mão, kkkkk! A outra ficava no bolso, ou pior: eu segurava a luva da mão direita com a mão esquerda – ou pelo menos achava, né? O tato vai embora e quando eu tinha certeza que ainda estava segurando a bendita, na verdade ela já estava muitos metros atrás. Em Colônia, Paris, Berlim e até mesmo no Campo de Concentração em Dachau (perto de Munique) – contei inúmeras vezes com bo’almas que traziam minha luva caída de volta para mim.

michaelluvaeu nas viagens

Sempre achei luva com propriedades “touch” uma coisa meio de junkie de tecnologia. Tipo fala sérioooo a pessoa não consegue ficar uns minutos longe de celular. Mas vejo o quanto fui ingênua. Essas luvas são ótimas! Comprei as minhas “Spandex Touchtech Woman” de uma marca bem tradicional de luvas, a Roeckl – ela é de couro e o revestimento de dentro é normal, poliéster, mas para minha supresa é mais quentinha do que a “luva normal” que eu já tinha.

luvas1
luvatouch

Eu não quis pagar preço de banana para ficar congelando e não usar. Comprei na Kaisers por 79,90 euros. Na verdade, a luva mais quente que eu tenho é a que comprei pro esqui, mas ninguém merece ficar com mão de goleiro no dia-a-dia, né? Confesso que tenho uma quedinha pelas luvas da UGG (a marca das famosas botas) – e sei que eles fazem luvas touch também. Quem sabe ano que vem? Eu tenho comprado uma coisa de inverno por categoria por ano! :)

handschuh2

Vi na internet uns do-it-yourself de fazer qualquer luva virar touch, meio que costurando um asterisco metálico no indicador. Mas convenhamos, muito marmota! O legal da luva para touch screen é que o aspecto é totalmente normal, mas o couro/lã da ponta são especiais e de alguma forma são reconhecidos como dedos. Claro que antes de comprar eu as calcei e saquei meu celular para testar. Funciona direitinho e sem esforço, com todos os dedos. Aliás – calçar as luvas e vestir as calças : mistérios do português.

Super aprovei minhas luvas da Roeckl! O legal é que vou usá-las muito em uma viagenzinha daqui a 3 semanas! :)

Beijos

03
setembro
2016

Meus Dash-Buttons dos sonhos

Postado por Ana em Tech

Esta semana, no meu “window-shopping” de praxe na Amazon, vi uma coisa que me chamou a atenção. São os novos Dash Button“, uns aparelhinhos tipo botões que você compra pra colar pela casa do lado dos respectivos produtos favoritos. Daí, quando você vê que estão perto de acabar, é só apertar o botão que eles enviam pra sua casa. Tem que configurar pagamento, etc, antes, claro! Por enquanto são só alguns produtos – só fico de cá imaginando as quantia$ envolvida$. Mas imagino que a tendência é que sejam cada dia mais ! Por enquanto os botões têm um custo de 4,99 euro cada!

dash1

Para mim não foi apelativo por alguns motivos. O primeiro é que moro quase dentro de um supermercado, então a maioria das coisas compro num piscar de olhos. O segundo é que, pra mim, receber encomendas em casa é muito pouco prático. Não estou em casa em horário útil e, como em todo o país, não tenho porteiro, o que significa ou incomodar um dos meus vizinhos bizarros ou ter que buscar a encomenda sabe-se lá onde. Fora as incontáveis caixas de papelão, picotá-las com minha mão, jogar no lixo (atualmente estamos tendo novamente a guerra do lixo que mencionei aqui). Por isso, me manterei old school por um bom tempo. Mas devo admitir que a idéia é bem interessante. E que esse é um conceito que ainda pode ser muito aprofundado e evoluído e agradar a gregos e troianos. Para começar, imaginei os Amazon Dash que eu teria na minha casa…

dashwishlist

E vocês, gostam dessa idéia? Teriam qual em casa?

Beijos!

10
abril
2016

Meus apps queridinhos

Postado por Ana em Tech

Já me pediram para dar dicas de app de celular algumas vezes. Mas sabiam que eu não gosto de acumular apps? Estou sempre apagando, organizando o celular no itunes. Eu não gosto de acumular coisas no geral, vocês já perceberam, né? Mas dando uma olhadinha, achei alguns que se mantém firmes ao longo do tempo – então vou dividir as dicas para quem não conhece! Infelizmente não são todos grátis, mas espero que ainda assim dê pra aproveitar alguma dica!

Tomtom

apptomtom

Que Waze que nada. Waze te deixa na mão quando a internet vai embora. E, particularmente aqui na Alemanha, pouca gente usa – então perde um pouco a funcionalidade. O Tomtom foi até hoje dos melhores investimentos que já fiz. Não vivo sem GPS – e como está no celular não corre o risco de eu esquecer, de perder a bateria (tenho carregador no carro, claro) ou de ficar desatualizado. Tenho o Tomtom Brazil e o Tomtom Europe. GPS mudou minha vida, me deu tanta independência que nem sei – pensem numa pessoa desnorteada! Atualmente custa 44 dólares, mas lembro que quando comprei paguei 30 doletas. Vale cada centavo.

Flightradar24

appflightradar

Você vê o avião do coleguinha se movendo no mapa. Eu super monitoro meus entes queridos no mapinha. Só não gostei quando o aviãozinho transportando meu então noivo deu uma sumida alguns segundos antes de pousar e eu quase tive um infarto do MILHOCÁRDICO. Acho que não paguei nada, mas custa 4 dólares agora.

Timehop

apptimehop

Entre todas as redes sociais e apps bobinhos que existem, esse será o último a ser abandonado por mim. Eu sou nostálgica por natureza – o Timehop acessa suas redes sociais e icloud e você vê o que estava fazendo/dizendo há 1, 2 , 3 anos, etc. Eu tenho registros dele de até 8 anos – e olha, dou boas risadas. Grátis!

Pomodoro
apppomodoro
É o app que me ajuda a render nos estudos quando estou apertada. Já dei a dica aqui. Esse foi baratinho (não consegui achar na app store pra linkar), mas um milhão de versões gratuitas também.

My cycles

appmycycles

Tem aaaaaanos que baixei. Daqueles que achei que não ia usar mas entrou na minha rotina, uso sempre. Para todas suas informações ~femininas˜. Para cabeças-de-vento como eu, ajuda bastante. Grátis!

Nike Running
appnike

Pro caso de alguém não conhecer! Você corre na rua e ele te mostra o trajeto, quantos km, seu progresso, etc etc. É ótimo! Grátis!

Oxford Advanced Learner’s Dictionary

appoxford

Tenho que me segurar pra não postar só app de língua, porque são os que mais tenho. Esse eu também tenho há anos! Sempre foi meu dicionário de inglês favorito, comprei o APP porque era apaixonada pelo meu CD-ROM! Tem que pagar uns 30 dólares para liberar o conteúdo todo.

Dict.cc

appdictcc

O melhor dicionário de alemão-inglês, e grátis pra quem se interessar. Grátis!

Anki

appanki

Vocês também usam flashcards pra estudar? Você aprende pela repetição sistemática. Eu só uso pra línguas, mas o céu é o limite. O ANKI é ótimo pra isso – a versão desktop é grátis. Recomendo experimentar lá antes – se gostar, tem o app também, mas custa 25 dólares.

Magic Sleep

appmagicsleep

Esse foi uma dica da Lu Ferreira há anos. Na época andava meio insone e apaixonei. Ele meio que simula sons do útero da sua mãe e te faz pegar no sono, haha! Para ter acesso ao app completo tem que pagar 15 dólares – acho meio absurdo, lembro que paguei BEM menos. Atualmente quase não tenho problema pra dormir – mas meu marido tem às vezes e liga meu app, ele é fã número 1 e olha que é mega cético.

City maps 2go da Ulmon – para turismo

appulmon

Já usei em Paris, Roma - e com certeza tem para várias cidades grandes. É tipo um mapinha que te mostra onde você está instantaneamente e tem efeito de bússula. Eu virei a guia de caminhos em Roma, a guia de caminhos em Paris… quem diria, viu! Ah, para essas cidades lembre-se de dar download em apps oficiais de metrô antes de ir (ex: Paris + Metro). Você digita pra onde quer ir e já te dão as instruções. Junta isso com o Ulmon e sua viagem ficará bem mais fácil. Grátis e funciona offline!

Skyview

appskyview

Sabe aquela noite de céu estrelado? Abra esse app e ele te mostra as constelações, as estrelas. Tão lindo!

Dicas de jogos vou ficar devendo. Tem anos que não tenho joguinho no celular, desde que me viciei na Fazendinha do Smurf. Lembro que em 2011 estava viajando de férias e voltava correndo pra colher as abóboras. GENTE que perda de tempo, que atraso de vida. Joguinhos, nunca mais! Se você tá aí perdendo tempo no Candy Crush, sai dessa amygha!


Beijos!

23
julho
2013

Dica: vídeos do Youtube em mp3

Postado por Ana em Dicas, Tech

Eu morro de preguiça de fazer exercício aeróbico, é meu ponto fraco! Por isso que, sempre que dá, prefiro fazer alguma aula como Jump. O tempo na esteira e no elíptico simplesmente não passa, fico muito entediada, pior que em massagem. kkkk O que ajuda um poquinho são as músicas do ipod, mas o pior é que logo me enjôo delas também. E daí estava um saco dar download de mp3 na internet. Nos anos 90 era tão mais fácil né? Napster, e-mule, Kazaa, lembram? #vovódanet Foi aí que descobri o YouTube Mp3 Converter. Mudou minha vida, irmãs.

youtubc

É um site, não tem que dar download em nada. Ele converte vídeo do Youtube em música. É muito mais fácil achar qualquer música no Youtube, aí é só vc copiar o URL lá na barra de endereço, colar no site e clicar em “Convert Video”. Ele transforma em mp3 pra você, na hora. Aí você faz download. É muito mais rápido e sem essa “viraida” desses sites de mp3, tipo mp3skull. A qualidade não deve ficar lá essas coisas, mas não é nada que meu ouvido leigo perceba.

Agora o problema maior vai ser quando acabarem minhas idéias de músicas ! kkkk

Beijos

10
junho
2013

Meu pequeno curso de fotografia

Postado por Ana em Dicas, Tech

Minha falta de habilidade com a máquina fotográfica sempre me frustrou, sabe? E como todo ser humano eu estava tendendo a jogar a responsabilidade para fora de mim e pensei em finalmente comprar uma câmera SLR (reflex) . A minha câmera atual é compacta mas não é de todo ruim. É uma Lumix DMC-LX3, que pertence à categoria Bridge, algo como um meio-termo entre a compacta e a profissional. Como eu sou teimosa igual uma mula, quis fazer um curso para eu mesma decidir “da minha cabeça” qual câmera seria melhor para mim. Além de, finalmente, aprender o básico sobre fotografia. Fora que, na minha cabeça, aprender “na prática” ou de “orelhada” não existe. Eu preciso saber o motivo das coisas, a.k.a teoria.

cam1

Só não digo que a minha noção era totalmente zero, porque a câmera é muito parecida com o olho e vice-versa. Então já tenho uma noção de profundidade de foco e óptica em geral. Mas no geral, fotografia-dummie total. Escolhi uma escola de fotografia de um dos fotógrafos mais feras de BH (e do Brasil), o Vinícius Matos. Ela se chama Escola de Imagem e realmente dá gosto, é muito profissional. Escolhi o curso mais básico possível, o de Fotoimagem. A carga horária é de 14 horas, e inclui cerca de 2 horas práticas.

esc2

Gente, eu gostei muito! Muito mesmo. Acho que qualquer coisa nova que a gente estuda é um universo novo se abrindo pra gente, sabe? De repente se abriu este mundo fabuloso da fotografia, e agora estou sedenta por mais e mais! Nesse tempo já descobri o dicasdefotografia.com.br, que já li de cabo a rabo.

esc

Agora é comprar minha câmera, treinar muito muito muito! E daqui a uns meses fazer o Fotoimagem avançado, que é como se fosse a continuação deste! Recomendo muito o que fiz para quem também não sabe nada de fotografia. A escola também oferece vários outros cursos, inclusive um completo que dura quase um ano, super carga horária e engloba um milhão de coisas.

Ps: vou ficar devendo fotos que fiz no curso, pois usei a câmera da escola. Era a única da sala que não tinha uma SLR! haha

Beijos da Ana R. Duran (as if…) !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 1 de 212