28
dezembro
2014

L&C retrô: os melhores e piores de 2014

Postado por Ana em Coisas do blog

Voltei! Bronzeada e descansada! :) E já de cara venho pelo quarto ano seguido com os melhores e piores do ano – no blog, na minha vida, no mundo – na minha humilde opinião, claro! Me digam os melhores e piores na opinião de vocês também, fico super curiosa pra saber!

retro2014

Maior bafão de celeb

pugliesi

Doa a quem doer – blogueira famosa é mais celeb e rhyca do que muita celeb por aí. E a fama cobra seu preço. Acho que todas vocês conhecem a guru fitness Gabriela Pugliesi – não vou relatar o bafão aqui porque dizem que ela processa todo mundo, mas não me custa nada colocar o link da fofoca aqui. Ela negou, negou, e no fim das contas era tudo verdade! Not judging, mas que raios de bafóooooooon!!!!

Maior perda de celeb

chaveshp

Nada me deixou mais #chateada do que o Roberto Bolaños morrer. Eu sou fã de carteirinha de Chaves – quem não acredita, olha minha “homepage” de 1999 aí acima para provar!

Melhor compra de maquiagem:

shis2

Delineador Automatic Eyeliner da Shiseido. Quando eu postei aqui sobre ele, estava meio brava por não ter visto ao comprar que era do tipo que tem dosador “aperta-bundinha” e não ia comprar outro por esse motivo. Mas à medida que o tempo passa a gente acostuma, e daí vê que o bicho não mancha nem transfere NEM POR DECRETO. Assim como sei que o rímel Cat Eyes não vai me fazer passar vergonha, sei que esse delineador também não vai. Até pelo jeito de removê-lo: ele não dissolve, mas sim sai aos pedaços (nem é difícil de remover, mas não sai sozinho). Ele resistiu desde ao tempo mais frio e seco até o tempo mais quente e úmido e virou meu delineador favorito. Já estou esvaziando o segundo … :)

Melhor compra de cabelo:

tangle

Foi a versão mini da Tangle Teezer (a deste post era a versão normal) que comprei pra compor a necessaire de viagem e acabou sendo muito melhor do que a versão normal. Não sei o porquê, mas a mini desembaraça melhor ainda! Eu simplesmente não vivo mais sem, ela é perfeita! Ganhou até de outra super compra capilar que foi o secador da Parlux.

Melhor compra “geral” de beauté

molabigo

O arrancador XING-LING de bigode – estou mega profissa na mola agora e amando mais do que nunca!

Pior compra de beauté:

second

Foi o kit de unhas de gel em casa da Essence. E talvez tenha sido a pior compra da década!

Melhor descoberta de beauté:

lee

Lee Stafford e seus produtos pra cabelo. A cada hora descubro um melhor que o outro! Contei sobre alguns produtos aqui e aqui.

Melhor compra fashion:

bolsa

Meu guarda-roupas é tipo de personagem da Turma da Mônica. Eu gosto das coisas e vou comprando iguais/parecidas. Esse ano comprei minha bolsa favorita (balenciaga classic city) na cor azul turquesa (na foto tá cinza mas juro que é azul, rs) porque a preta já já ia se pulverizar ao ar de tanto uso! E já usei 4 meses seguidos (também sou dessas).

Pior compra fashion

dioroculos

Talvez não pareça tão catastrófico assim, mas pra mim as piores compras são aquelas que não uso. Logo no início do ano comprei óculos escuros ~caros~ e super achei que estava abafando. Olhei no espelho e gostei, cheguei em casa e me achei o máximo. hahaha Passaram uns dias e eu não consegui entender mais como fiz a compra – fica caindo do meu rosto, não combina com o formato e tem uma armação que acho simplesmente feia. Foi uma daquelas compras “what the hell was I thinking”!

Post mais abandonado

abandonado

Eu esperava mais posts ZERO comentários esse ano, pois postei de Top 10 do Louvre até post de oftalmo-terrorista! Mas o único 100% abandonado foi sobre um óleo para cabelo da Schwarzkopf! Mas a frequência geral de participação diminuiu. :( Gostei da teoria da minha querida leitora Mônica – de que as leitoras têm lido cada vez mais do celular e nele dá preguiça de comentar. Vou acreditar então, pra me sentir melhor, haha!

Post mais badalado

comfort

Foi o post “Sobre lutas e conquistas“, quando contei a experiência do dia em que consegui meu diploma de medicina alemão. Vocês adoram um coração aberto, né? kkk

Melhor momento pessoal

casorio

Se eu não falar que foi meu casamento vai ter gente magoada, haha. Então vou dizer que foi meu casamento, que ganhou com *pequena* vantagem do evento que contei acima.

Pior momento pessoal

zeroglamour

Com muita gratidão no meu coração que digo que o pior momento pessoal foram os três meses que passei enclausurada estudando pra prova. E no fim nem foi tão ruim assim porque, tirando a pressão, estudar é até gostoso, principalmente com uma barra de Lindt do lado (preço = 5kg ganhos).

Melhor viagem

carolparis

Apesar de estar em uma região fácil de viajar, eu não andei muito por aí. Que eu me lembre este ano estive em BH, no Rio, em SP, Paris, Roma, Porto de Galinhas e algumas cidadezinhas alemãs. Em 2015 pretendo viajar BEM mais! Mas a minha preferida foi ir pra Paris com minha irmã logo em janeiro, foi bem especial! :)

Pior viagem

sp

A não ser que eu passe mal, a pior viagem sempre envolverá alguma prova. haha Eu detestei muito ir pra São Paulo fazer prova, cansei demais e foi estressante. Apesar de ter comido um sushizinho mara na Consolação (melhor que já comi).

Melhor moda

topshop

Se as calças floridas que eu tanto amei foram se esvaecendo ao longo do ano, outra moda legal chegou no lugar – listras! Em geral, listras horizontais foram muito usadas esse ano – eu amo listras com todas as minhas forças! O auge foi a loucura do vestido listrado da TopShop – todo mundo queria. Eu acabei comprando um similar da H&M e usei umas 200 vezes já! :))

Pior moda

sorealdior

Pra mim foi a moda dos óculos escuros SoReal da Dior, que estouraram em mais direções do que fogos de artifício em reveillon na Alemanha. Achei ainda pior que a moda das sandálias com meia! Ainda tem blogueira usando alguns de cores diferentes, mas alguém duvida que em 2015 eles não serão mais vistos (leia o post – Moda Blogueira, é uma cilada Bino)? Mas por favor, não se ofendam – é só a opinião da Ana, e essa Ana nem sabe nada de moda. Só meu gosto pessoal mesmo.

E vocês, o que tiveram de melhor ou pior? E que venha 2015!

Beijos

04
dezembro
2014

Dica: Sally Hansen Instant Cuticle Remover

Postado por Ana em Unha

Finalmente um produto para unhas que estou gostando! Com certeza já é velho conhecido de muitas de vocês, mas eu só fui comprar há um mês. Se chama Sally Hansen Instant Cuticle Remover e é um líquido para dissolver “pelinhas” e cutículas.

sally1

Atenção: não substitui de forma alguma o nosso bom alicate. Tampouco é um produto perfeito! Só que quebra um galhão para quem não quer tirar as cutículas com alicate e também para aqueles momentos em que estamos sem vontade alguma de fazer as unhas mas tem aquele tanto de cutícula e pelinha saindo por tudo quanto é lado. Claro, você também pode usá-lo antes de uma manicure normal, pois ele facilita o trabalho do alicate (às vezes até demais). Há uns anos eu tentei ficar sem tirar cutículas. Na época usava um produtinho da Nfu OH! que postei aqui. Eu até gostava dele, mas ele tinha uma função um pouco diferente – você ia usando e notando a redução das cutículas aos poucos. Esse da Sally é mais para efeito imediato, sabe? No fim das contas não consegui continuar sem tirar, maaaas, às vezes acontece de eu ficar dias e dias sem fazer nada nas unhas mas também não quero aquele aspecto (muito) mal cuidado. E esse produto da Sally Hansen salva bem! Na foto abaixo estava há 8 dias sem fazer nada nas unhas (e tinha acabado de cortar com o trim no sabugo, pois estava com preguiça até de lixar).

sallyantesdepois

Vocês podem ver que sobra cutícula e pelinhas, claro, pois ele não é igual um alicate da vida. Por outro lado, se eu empolgasse mais com a espátula poderia sair mais. Mas o aspecto melhora bem, principalmente ao vivo!

Funciona assim: você aplica o líquido na cutícula, aguarda 15 segundos e depois vai empurrando com uma espátula (com a parte romba). O efeito final é altamente dependente do que você faz com a espátula. Dá até mesmo pra tirar um monte de cutícula assim, dependendo da força e dos empurrões que você coloca na espátula. Depois você lava as mãos para tirar o produto. Eles falam para não deixar agir mais de um minuto – portanto, eu acho melhor não colocar o produto em todas as unhas de uma vez – senão passa fácil esse tempo. Um pequeno adendo que aprendi na internet é que é melhor lavar antes de usá-lo e hidratar as cutículas antes também, porque ele age melhor quando não está tudo seco. E um extra é que ele elimina calosidades – coloquei umas gotinhas em um calo do pé e depois usei a minha maquininha da Dr Scholl e ficou UAUU! Ele também promete melhorar o crescimento das cutículas (evitar pelinhas soltando), mas como não faço uso regular não deu pra avaliar isso.

sallyinstruc

Depois é só completar com algum hidratante (amo a velha cerinha da Granado) e suas unhas estão com aspecto asseado rapidinho.

Onde comprar: aqui paguei uns 7 euros na Müller. No Brasil vendia na Época Costméticos (uns 50 reais), mas está esgotado. Se alguém souber onde é encontrado no Brasil, deixe a dica nos comentários?!

lcrate4

Estou indo viajar hoje mas estou naquele dilema “levo notebook ou não?”. Se eu desaparecer por uns 20 dias vocês já sabem que é porque não levei! :) Vou continuar postando no instagram.
Beijos!

02
dezembro
2014

Os fiu-fius das ruas

Postado por Ana em Alemanha, Coisas da Ana

Essa semana houve uma polêmica grande aqui . Uns rapazes estavam assediando adolescentes em um McDonald’s na cidade de Offenbach e ninguém fazia nada para ajudar e daí uma garota interviu. Na saída, um dos rapazes estava à sua espera, deu-lhe um soco e ela caiu, bateu a cabeça no chão e entrou em coma. Morreu alguns dias depois. Isso reacendeu a discussão sobre a violência contra mulher e essa jovem virou uma espécie de mártir anti-machismo.

pensador

Se tem uma pessoa que não faz o estilo gostosona essa sou eu. Sou franzina, não uso roupa curta nem decotes (porque não faz meu estilo mesmo). Tampouco tenho curvas voluptuosas. Só que isso não foi empecilho para uma vida inteira de merdas ouvidas na rua. Passei os últimos anos indo e voltando a pé do trabalho e por isso ouvindo todo tipo de coisa. Não são somente as palavras de baixo calão que irritam – eu dispenso os “bom dia” jocosos que não são dirigidos também às velhinhas ou aos homens que passam no mesmo local. Lembro que nesse trajeto havia uns pontos críticos : uns homens à toa que trabalham em uma sede do jornal “Hoje em dia” mas ficam batendo papo na calçada antes e nos intervalos do expediente. Uns manobristas desocupados em frente a um estacionamento. E o clichê: alguns pontos em construção ao longo de todo o caminho. Eu evitava esses pontos porque eu sinto um ódio tão fulminante quando ouço qualquer coisa que só pode fazer mal pra minha saúde e eu prefiro evitar a fadiga. O resultado era um trajeto em zigue-zague completamente ridículo para evitar esses pontos. Quando eu ia com meu pai sentia o pequeno gosto da liberdade de não ter que alterar o trajeto. Meu pai é idoso e pequeno mas o bigode o dá um quê de coronel. Quem iria arriscar? Eu ficava triste porque nessas horas eu queria muito ser homem, ou pelo menos ter esse direito que eles têm.

Eu tentei vários tipos de abordagem - ignorar, xingar, dar lição de moral, falar bom dia veementemente, entre outras bizarrices tipo fingir que achava que o homem era paciente e perguntar se o tratamento da gonorréia surtiu efeito. Mas nada teve um bom resultado. Só não enxerga quem não quer: o fato de eu ter que fazer esse caminho maluco ou mesmo desistir de usar saias em dias quentes era uma violência que eu sofria todos os dias – pelo menos essa era percepção que eu tinha. “Ah, ignora!!!”. Sério, não sou obrigada.

Essa questão foi portanto um alívio grande que senti ao mudar de país. Na Alemanha os homens não mexem como no Brasil. Eles geralmente não dão aquelas viradas de cabeça pra ver uma bunda passando nem nada disso. Isso não é bem visto para eles, não é motivo de se sentir foda perante os amigos, deve ser meio queima-filme até, então não é nada comum sofrer esse tipo de assédio. Quem quer faz topless à beira do rio sem ser incomodada, vai à sauna nua sem ninguém mexer, etc.

Pois estava eu saindo de casa ontem à noite, passo em frente a um homem encostado na esquina que vira e fala em bom alemão “Guten abeeeeend” (“Boa nooooite”) naquele tom horrendo que nós conhecemos bem. Putz, meu mundo caiu. Já imaginei uma cena - bebendo direto de uma garrafa de Absolut, tocando Total Eclipse of The Heart ao fundo, o abraçando lateralmente daquele jeito bebum, chorando e com o rímel escorrendo e falando pra ele “Por que????? Por que? Why godddd why?“.

Pois foi isso que me deu vontade de fazer ali. Mas só ignorei com aquela mesma cara de tacho de sempre e fui encontrar minha amiga no Mercado de Natal – só que especialmente decepcionada.

Beijos quase sem esperança

01
dezembro
2014

Fazendo biscoitos natalinos

Postado por Ana em Ana de Casa

Dezembro chegou! É super clichê falar isso, mas … como voou este ano, cacildis! Aproveitei que íamos receber muitas visitas no final de semana e fiz muitos biscoitinhos de Natal! Daí eu não ia ter que comer tudo sozinha! :) E acabei gravando também um L&C Gourmet :) , onde mostro uma receita base para os biscoitos. Ela pura tem um gosto de Biscoito Maria com um toque de baunilha, e eu deixei assim mesmo porque gosto de biscoitos de gosto mais neutro (menos doce) para comer com café. Ela é perfeita para misturar com confeitos, chocolate derretido, Nutella ou o que a imaginação mandar! Eu vi biscoitos de ursinho abraçando amêndoa aqui e não tirei mais da cabeça (parece que são criação japonesa).

ursinhoana1Meus ursinhos-zumbi


Só uns 3 minutinhos de vídeo ! \o/

Ingredientes:

- 500g farinha de trigo
- 1 pitada de sal
- 200 g de açúcar refinado
- 2 ovos
- 250 g de manteiga na temperatura ambiente
- 1 pacotinho (10g) de açúcar de baunilha (quem não tiver pode misturar meia colher de chá de essência de baunilha à essa quantidade de açúcar refinado. Aprendi essa dica em fóruns aqui da Alemanha, mas nunca precisei testar)
- Coisas para decorar: usei amêndoas doces, bisnaga de pasta vermelha comestível e confeitos dourados de açúcar. Além da forminha, claro!

ursinhoforminha

Modo de preparo e dicas

Misturar todos os ingredientes, exceto pela farinha, e bater com a batedeira/mixer até virar um creme. Daí ir adicionando a farinha aos poucos e bater com aquela pá em parafuso/gancho que vem com a batedeira/mixer (que é mais resistente – já quebrei um mixer fazendo biscoito, rs). Terminar apertando com as mãos até ficar uma bola firme. Se estiver grudenta é porque os ovos eram maiores ou está tempo úmido – acrescente farinha até não grudar muito na mão. Levar à geladeira em plástico filme por uma hora. Desenrolar em superfície enfarinhada (coloque farinha nas forminhas e rolo também). Divida primeiro em dois e não precisa desenrolar tudo de vez, vá por partes. Deixe a massa com cerca de 0,5cm de espessura! A forma mais fácil de formar os biscoitos é ir marcando com as forminhas lado-a-lado e no final puxe o resto, que sai como um todo. Facilita já fazer isso sobre um papel manteiga, que você leva direto à forma e não se preocupa em transferir biscoito por biscoito. Leve ao forno pré-aquecido a 170 graus por cerca de 10 minutos. O tempo é muito variável, pode ficar pronto antes e bem depois, e biscoito queima fácil – fique de olho na primeira fornada. No vídeo mostro como decorei os ursinhos. Uma idéia boa é esperar os biscoitos esfriarem e daí mergulhar as perninhas em chocolate quente derretido e levar à geladeira. Se quiser grudar confeitos pequenos como granulado, pode pincelar uma clara sobre eles que ajuda a grudar. A melhor forma de guardar esses biscoitos é em lata de metal – ficam crocantes por mais tempo!

ursinhos2

Eu tinha feito outros biscoitinhos também, usando carimbo – mas na hora que foram ao forno perderam 90% do relevo e ficaram meio vergonha alheia, então foram censurados do post, em que mostrei só os ursinhos mesmo! :) E agora chega de doce - minha próxima receita natalina vai ser esse pato ao molho de laranjas, só não sei se vou acertar!! haha

gingerBloopers: meus biscoitos de carimbo foram EPIC FAIL

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...