29
agosto
2013

E aí, melhorou?

Postado por Ana em Coisas do blog

Gente, passadinha rápida pra ver uma coisa com vocês: a velocidade do blog melhorou? Eu mudei de servidor e, pelo menos aqui, parece que deu uma melhorada. Mas preciso saber de vocês! Eu estava realmente desanimada pra postar por causa disso, quem sabe não me animo de novo?? Por favor me dêem um feedback!

Beijos!

27
agosto
2013

Dica: Replak

Postado por Ana em Dicas, Saúde

A gente sempre escuta que tem que ir ao dentista cuidar dos dentes de 6 em 6 meses, não é? Por outro lado, na vida adulta esses 6 meses voam! Na hora que a gente assusta já está um ano sem voltar, aiai! Fora que ir ao dentista certinho mas deixar de tomar os cuidados diários também não adianta muita coisa. Dentista não é um ser milagroso nem curandeiro. Destes cuidados, o mais importante é o uso correto do fio dental. Vocêj á pediu para um dentista explicar direitinho como usa? Se não, peça, porque você provavelmente está fazendo tudo errado! kkk

teeth

Sério que não consigo realizar esta etapa “bem realizada” em menos de 10 minutos. É uma trabalheira… A sorte é que meu dentista disse que só preciso passar dessa forma trabalhosa à noite mesmo, nas outras refeições posso só escovar! Cumprida esta etapa vem a escovação correta (também demorada).

Algumas bocas são mais sucetíveis do que as outras às agressões das bactérias. Depende da acidez local e da flora residente. Eu devo ter a boca mais ácida do planeta (e ainda tinha mania de piorar tomando Coca, lembra?) porque passei minha infância na cadeira do dentista (por sorte era meu tio) tratando cáries. Graças a Deus tive acesso ao tratamento constante então todos meus dentinhos estão aqui, sãos e salvos! hehehe

Bom, mas resumindo: eu sou muito preocupada com minha saúde dental, mesmo! Por causa dessa suscetibilidade não posso dar bobeira. Mas mesmo me esforçando, como vou saber que estou cuidando bem dos dentes? Por isso que amei o Replak!

replak1

Replak é um corante azul (cuidado pra não cair na mão nem na roupa) que evidencia placas bacterianas. Você coloca um pouco no algodão (no cotonete), colore os dentes de azul. Bochecha água pra sair o azul e depois observa as zonas coradas em rosa. Lá que estão as placas (que se formam até em questão de horas). Comprei um espelhinho clínico para me ajudar a ver a parte de dentro também. Aí você vai passando o fio dental pra tirar tudo… Neste caso, usar Replak uma vez por semana é suficiente, então o incluí no meu Domingo de beauté (faço todas as “pendências de beleza” domingo de manhã.. hahah)

replak

Bom, estou tomando muito cuidado, porque concluí que se eu tenho paciência pra passar protetor solar, cuidar da pele, alimentação, não tem porque não reservar uns minutos a mais pra cuidar da saúde da boca, né? E Listerine não substitui em naaaaaada os cuidados acima. A placa tem que ser removida mecanicamente… No meu caso, uso flúor 0,05% manipulado à noite, como foi prescrito por meu dentista.

P.S: O replak não tem em todo lugar, aqui em BH comprei nesta loja aqui.

P.S do P.S: esses dias o site está mudando de servidor. Espero que isso melhore o problema da lentidão… mas nestes dias poderá ficar bem instável também, ok?

Beijos saudáveis!

23
agosto
2013

Vale furar orelha de bebê?

Postado por Ana em Celebs

Eu adoro a Gisele Bündchen. Além de linda, a acho super cabeça-boa, sabe? Pelo menos é a impressão que me passa. Mas, sendo uma leitora compulsiva de fofoca de celebridades (nacional e internacional), algo que vem me chamando atenção há anos é que ela não é bem-vista na gringa.

bund

Nos EUA, por exemplo, é impressionante como o povo pega no pé: a acham chata e tudo só piorou depois do bafão de que ela teria sido pivô da separação do Tom Brady e da Bridget Moynahan (grávida). Desde então a Gisele virou uma espécie de Magda por lá. Ela abre a boca para dar qualquer declaração e o povo cai em cima. Quando ela se posicionou fortemente dizendo que deveria haver uma lei que obrigasse as mães a dar de mamar, lembram do auê?

Para a última polêmica ela nem precisou falar nada. Postou uma foto com a filha Vivian de 7 meses com um – OH – brinquinho. Isso despertou a fúria das mães lá fora e críticas sem fim à übermodel.

gisvivian

A gente nem consegue perceber o que há de estranho neste fato. Aqui quase toda neném sai de orelhas furadas da maternidade, é bem cultural. Não foi o meu caso, só fui furar minhas orelhas aos 14 anos e me senti injustiçada a infância inteira por ter que ficar usando brinco de pressão (criança não tem atitude suficiente para ir correr atrás de furo na orelha, eu pelo menos ficava adiando hehehe). Minhas irmãs tinham as orelhas furadas e eu morria de inveja. kkkk

babypier

A questão é que, em vários lugares do mundo isso é quase uma aberração. Na Europa e EUA, por exemplo, um furo na orelha de um bebê é capaz de gerar olhares de horror “que mãe cruel“. Lembro que ano passado houve um bafafá na Alemanha porque um juiz decidiu proibir circuncisões religiosas nos bebês. Ele considerou o ato como uma mutilação e, como tal, seria um absurdo fazê-lo sem o consentimento do “interessado”. Quem é contra brinco em bebê defende argumento parecido, de que você não pode submeter o bebê a uma mini-”mutilação” de fins estéticos sem o consentimento dele.

A minha opinião pessoal é a seguinte: como eu era traumatizada com isso, já tinha a cabeça feita que minha filha sairia de orelha furada da maternidade. Com o tempo mudei de idéia, acho até engraçado um neném careca com um brinco, tipo “bebê-perua”… hehe E acho que como minha filha provavelmente vai nascer e crescer praqueles lados, é melhor dançar conforme a música, sem problemas. Mas também não acho que isso configura um ato de crueldade contra menores, não, principalmente dentro de um contexto cultural! Mas de qualquer forma, acho que é muito drama para pouca coisa. Tá faltando terapia por aí … terapia cheia de louça suja para lavar. kkk

O que vocês acham disso?

O que você acha de furar orelha de bebê?
Sou totalmente a favor!
Tanto faz!
Sou totalmente contra!






Beijos!

22
agosto
2013

Testei: Sit Tight da Soap & Glory

Postado por Ana em Corpo

Usei o gel “queima-gordura” Sit Tight da Soap & Glory por 40 dias! Vou então finalmente contar a minha experiência, ok?

sittight

Vocês sabem que sou mulher de malandro de “cremes milagrosos”, né? São caros, nunca funcionam, mas estou sempre comprando as novidades. Quando eu li resenhas mágicas sobre o mesmo (detalhe: a maioria das pessoas usa um dia e já posta resenha), resolvi embarcar mais nessa. Como sempre procuro fazer, adicionei o mínimo de viés possível. Não iniciei nenhum outro produto novo, mantive a mesma frequência na academia, os mesmos hábitos alimentares… e eu fotografei! Claro que foi só para eu mesma poder comparar os efeitos, não vou publicar foto do meu traseiro aqui, ok? Hoje não… kkkk

O Sit Tight é um gel que promete ter mais efeito ainda enquanto você está sentada. As partículas da rebimboca da parafuseta seriam ativadas pela pressão. Seria ótimo para as estudiosas de plantão. Eu pretendia usar por uns meses, mas como ele durou 40 dias e não quero comprar de novo, vai assim mesmo. Eu apliquei religiosamente todos os dias, em geral depois do banho com a pele bem enxuta. Deixava 2 minutos antes de vestir a roupa, como diz na embalagem. Se eu não sentava um pouquinho logo a seguir, ia trabalhar e já sentava no trabalho. Paguei 29 euros (~90 reais) na Amazon.de Usei somente no bumbum e na transição/raiz da coxa, que aliás é a área que mais me incomoda. Então, se você usar na coxa toda vai durar beeem menos!

Uma coisa importante de saber é que ele dá uma sensação de calor local muito grande. Realmente nunca tive isso com creme nenhum… Recomendo testar em áreas pequenas, porque você pode se assustar. Se eu não tivesse lido isso antes, com certeza ia achar que estava tendo uma reação ao produto e ir correndo lavar. Pode dar uma pequena coceirinha também. Porque queima muuuuito, tipo desenho animado com fogo no rabo, sabe? kkkk

cart

Tem dia que queima mais, outros menos. Pode ser devido a quantidade de produto, não sei! Mas me chamou atenção mais nos primeiros dias, depois acostumei!

O que eu notei de vantagem foi realmente uma pele mais tonificada. O toque fica melhor, sabe? O aplicador são uns rolinhos que você pode usar para massagear o produto. Quanto mais, melhor! Não sujar a mão é uma vantagem enorme para mim. Porque nesse aplica-aplica de produtos, após o banho eu já tenho que lavar a mão umas 4 vezes, então enche a paciência. Mas de qualquer forma, eu aplico meus produtos de rosto ANTES, vai que fica algo na mão né? Em relação às desvantagens, achei o preço. Nada se comparado a um Lancôme da vida, mas comprar um deste por mês pesa um pouco pra mim. Principalmente porque não cumpriu o propósito (nó, que novidade). As gordurinhas chatas continuaram intocadas.

Conclusão: como eu me adaptei a usá-lo na minha rotina pós-banho, se eu ganhasse de graça eu ia continuar usando. Mas que não funcionou no combate à celulite/gordura localizada, não funcionou. Mas entre os produtos não-funcionantes esse foi meu favorito. Faz sentido?? haha Se você entrar num projeto verão pra impressionar aquele gatinho na praia, talvez valha a pena associá-lo a massagens, exercício e dieta. Mas para uso contínuo acho que não vale a pena, a não ser que dinheiro não faça diferença para você.

table

sittightnota

Devo dizer que gostei da mensagem realista da embalagem! Pelo menos foram sinceros…

true


Beijos!

12
agosto
2013

Tá com a calça furada no fiofó

Postado por Ana em Crônicas cosméticas

Gritavam em cadência uniforme, batendo palmas. Eugénio sentiu os olhos encherem-se-lhe de lágrimas. Balbuciava palavras de fraco protesto, que se sumiam, devoradas pelo grande alarido.

Calça furada-dá!
No fio-fó-fó-fó!
Oia as calças dele, vovó!
Calça furada-dá!

Este é um trecho do “Olhai os lírios do campo” que nunca saiu da minha cabeça. Sempre que vejo uma calça furada já penso “tá com calça furada no fiofó… hahaha“. Só não imaginava que isso ia passar a ser um problema meu, tão frequentemente!!!

fiof

Não sei o que está acontecendo com a indústria de roupas, não sei mesmo. As roupas estão vindo imensamente VAGABUNDAS. Tipo, toscas, mal-feitas. E isso não se restringe a coisas baratas. Lembram da minha blusa da Maria Filó que se rasgou durante o primeiro (PRIMEIRO) dia de uso?

Tive uma surpresa horrível no mês passado com uma calça da Zara. Eu estou na maior luta para desapegar de jeans, aí estava toda feliz com minha calça creme de 99 reais. Justinha como deve ser, mas sem apertar, sabe? Confortável… Eis que agachei para ajudar minha sobrinha no quebra-cabeças e escuto um estouro. Sério, ouvi um “POC!”. Assustei e quando fui ver o que aconteceu, minha calça tinha explodido .

fiofo2

Abriu um rombo de uns 20 cm!!! Aí vocês imaginam se isso acontece em público, o que eu faço? Joguei a calça no lixo, porque mesmo se consertasse não ia ter coragem de usar.

No final de semana passado fui na Centauro Esportes comprar uma legging nova. Escolhi uma cinza rajada escura… 50 reais, nada demais, mas também não foi dada né? A marca é Oxer. Usei pra correr semana passada, aí beleza. Aí usei pela segunda vez na sexta-feira pra ir no personal e no meio das séries notei dois furos enormes vocês sabem onde… isso depois de fazer todas aquelas posições de academia que, vocês sabem, deixam nossos fundos em evidência. Que vergonha!!!

fiofo1

Este é meu pequeno protesto pelo descaso com o consumidor, roupas descartáveis que estou CANSADA de comprar.

Beijos da consumidora indignada!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 1 de 212